domingo, 27 de junho de 2010

Duas no mesmo dia

Sábado, dia 26 de Junho. O dia começara com um sol melado mas quente.
Já dentro da "carreira" fomos para o Lar de Idosos em Bouro Santa Maria, Amares.
Aqui vemos o prof. Prata em traje de trabalho, começamos e acabamos esta crónica com ele.
















Já em Bouro, ali, quase ao pé do mosteiro, descemos a calçada e caminhámos um pouco até chegar ao Lar.






Debaixo de um toldo azulinho, cantámos para uma assistência bem atenta e curiosa.






No final, brindaram-nos com um lanche e deram-nos as "suas mãos" pintadas num quadro. Sentimos naquele quadro o peso de umas mãos, primeiro, calejadas e esfoladas, depois macias e brancas. Saímos comovidos com o gesto.



Retornámos a Braga. No autocarro cantámos, o sol ainda vivo e o cansaço não nos esmoreceram para a próxima jornada.




Aqui, no Campo da Vinha, a passo para o Patronato da Torre.








No Patronato da Torre já a cantar






Algumas crianças juntaram-se a nós, depois alguns adultos. A festa fez-se com cantigas a São João e com muito folclore, noite dentro







e o Prof. Prata, que nos confidenciou que ainda menino por ali andara, fez com que o Patronato da Torre (ou Patronato da Sé) ficasse mais pertinho de nós.

1 comentário:

  1. Ai, quantas vezes eu disse, "não é Terras de Bouro, é Bouro Santa Maria-Amares"!!!Bj

    ResponderEliminar